17 maio 2006

Mais segurança?

Entra hoje em vigor a nova legislação sobre o transporte colectivo de crianças, que obriga à utilização de cintos de segurança e à presença de um ou mais vigilantes nos veículos. A legislação dá um prazo de seis meses às empresas transportadoras e um ano à autarquias, mais ainda às IPSS e assoções culturais e desportivas, para estarem conformes. A Câmara de Paredes de Coura, contudo, parece já ter começado a trabalhar ao abrigo da nova Lei e os alunos da escola básica integrada já têm a companhia de um vigilante no percurso casa/escola/casa. Tudo em nome da segurança.
Será? É que, ao que parece, os vigilantes recrutados pela autarquia, mais não são que alunos do secundário, pouco mais velhos que os alunos que acompanham e, certamente, menores de idade. Que responsabilidades terá um aluno/vigilante nestas condições? Será que pode ser chamado à razão em caso de acidente? E perante as autoridades policiais?
A legislação estipula que os vigilantes devem ser maiores de idade, mas também é certo que, pelo menos nos próximos seis meses, a empresa responsável pelo transporte das crianças ainda não precisa de cumprir a Lei. E o mesmo é válido para o autocarro da Câmara, durante o próximo ano.
Até lá há que ter em conta que este novo serviço vai encarecer, e de que maneira, o já elevado custo do transporte escolar, serviço que a Câmara não esconde ser bastante oneroso para os cofres municipais. Será que o próximo passo é obrigar os pais a pagar o transporte dos filhos?

10 comentários:

  1. Não Eduardo, ó rapaz com tanta preocupação ainda fritas o cérebro...Os pais não vão pagar o transporte. Mas eu tam bém acho que se deveriam criar mais 15 novos postos de trabalho, até porque a situação económica do país assim o exige. Esqueceste que esses miúdos, alguns perto da universidade, terão ajuada financeira da câmara no finaciamento dos seus estudos. Tira os óculos escuros, vê o mundo a cores e já que gosta de opinar conta sempre a verdade toda.

    ResponderEliminar
  2. Boa maneira da Câmara poupar dinheiro. Em vez de contratar 15 pessoas (que até podiam vir do centro de emprego) dá uma bolsa aos estudantes, que se calhar até já tinham direito a ela. E faz de conta que está tudo bem.

    ResponderEliminar
  3. A pessoa que fez o primeiro comentário não precisa de óculos, precisa é de descanso para reparar a lavagem ao cérebro que lhe devem fazer todos os dias. Deve ser a mesma pessoa que responde com erros gramaticais dos ppd`s, e afinal, mas enfim...
    A mesma pessoa que tão preocupada está com a situação económica do país que não consegue ver por exemplo, o rendimento de trabalho do casal no centro coorden. transportes que até alojamento grátis tem, do nº de pessoas que trabalham nas piscinas ("são mais que as mães") e da rica fama sobre o rendimento de trabalho dos funcionários camarários. Na santa casa ao que parece, a distribuição de tarefas não muito igual deve-se à cor política.
    "A verdade toda" a que se refere o atento autor do post talvez seja o que lhe agrada: dizer mal do psd de coura. Isso sim, é falar verdade.
    EB, é cansativo ser jornalista de blog.
    Eles gostam é do tinoco. Esse sim, fala verdade e imparcialmente.
    Empresa municipal responsável pelo transporte, talvez não interesse, porque foi proposta do PSD, ou não?
    Quanto se paga aos condutores dos autocarrospelo serviço de tão reduzido tempo de trabalho?
    É verdade ou não que esses acompanhantes tem que ter no minímo 16 anos e que isso não corresponde à realidade em alguns casos.
    Afinal, a escola modelo...

    Zé da marenota

    ResponderEliminar
  4. continuação post anterior...
    "Nos EUA, desde 1939 que se discute qual a melhor forma de tornar os veículos que fazem o transporte colectivo de crianças perfeitamente identificáveis para os outros condutores. Chegou-se à conclusão que a medida mais adequada seria a de pintar os autocarros de amarelo, a cor mais fácil de ver com chuva, nevoeiro ou outras más condições climatéricas (embora só em 1974 esta medida tenha começado a ter uma aplicação generalizada em todos os Estados). Medidas semelhantes foram adoptadas por países europeus, como a Grécia e a Irlanda."

    ResponderEliminar
  5. Estes gajos estão completamente malucos dizer mal do PSD. Então não sabem que o PSD de COura não existe, vejam aquela gentinha, estão o olhar à espera que o poder lhes caia nas mãos...Esperem e esfreguem nas mãos. Vão ter muito que esperar...

    ResponderEliminar
  6. outro comentário esses miúdos nunca teriam uma bolsa da Câmara porque ainda não frequentam a universidade... estes tristes não pensam somente falam...

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  8. este relambório dos autocarros amarelos deve ser post de um iluminado da bancada o PSD, tanta sabedoria que até mete medo

    ResponderEliminar
  9. OH Parolo Marnota é assim que se escreve e não Marnota.

    ResponderEliminar
  10. boas.....eu sou um aluno da escola eb 2,3 de paredes de coura!!! estou no 11 ano. é assim......normalmente passo as tardes livres a estudar par poder um dia ter uma bolsa que ajudem os estudos.....passo os fins de semana em casa a fazer o que?....a estudar para uma MERDA de uma bolsa, que agora os meninos do 10 ano vao ter sem qualquer esforço da sua parte!! bem, isto nao é uma vergonha? muitos deles ate ja tem direito a bolsa, mas tambem existem um borrinhos que andam a passear os livros e a afirmar os seus dotes de betinhos ricos(aqueles que tao á espera do novo modelo da all star), e que agora vao ter direito a uma bolsa de estudo.....!!! obrigado ao pessoal da camara por reconhecerem o esforço dos verdadeiros alunos!!!!! muito obrigado pereira junior!!!!!!!! é bolsa de estudo ou bolsa de burro?????

    ResponderEliminar

Agora que leu, pode deixar aqui o seu comentário. Já agora, com moderação e boa educação! O Mais pelo Minho reserva-se o direito de não publicar comentários insultuosos. Quaisquer comentários inadequados deverão ser reportados para o email do blogue. Muito obrigado!