11 fevereiro 2009

Chover no molhado

Não tem ainda um ano a nova cobertura do pavilhão gimnodesportivo de Paredes de Coura. Foi substituída, recorde-se, na Páscoa do ano passado, num trabalho que custou mais de 65 mil euros e que visava acabar com as muitas goteiras que por ali existiam e que danificavam o piso do recinto e criavam dificuldades aos seus utilizadores.
Nem um ano passou e, no entanto, no pavilhão, tudo na mesma. As infiltrações continuam, e de que maneira! E depois é ver funcionários e utentes de esfregona na mão a tentar minimizar os danos, ao mesmo que se perguntam como é que é possível que uma obra realizada há tão pouco tempo tenha tantos problemas.
Sessenta e cinco mil euros, recorde-se, em cerca de quatro semanas de trabalho, foram pagos pelo município! Para ficar tudo na mesma? Pois, é a questão que se levanta… Não estará na altura de chamar o empreiteiro de volta e fazer valer a garantia, ou accionar a caução, que certamente haverá? Para quem falava, inclusivamente, em colocar um sistema de climatização no pavilhão, não será melhor tapar antes os buracos por onde entra a chuva? É que, da maneira como as coisas estão, dentro de pouco tempo a cobertura não será a única coisa a precisar de ser substituída.

20 comentários:

  1. A Câmara de Ponte de Lima garantiu "total oposição" aos corredores definidos para a passagem no Concelho do comboio de alta velocidade (TGV), que classifica de "fortemente gravosos" para o Município. A oposição está expressa numa moção hoje aprovada, por unanimidade, em reunião de Câmara, em que o Executivo liderado por Daniel Campelo (CDS-PP) também pede uma audiência ao primeiro-ministro para tentar convencer o Governo a alterar aqueles corredores.

    "Ao contrário do compromisso assumido pela secretária de Estado dos Transportes, os corredores foram definidos completamente à revelia dos representantes autárquicos do Concelho. Não fomos tidos nem achados neste processo e acabámos por ser confrontados com a publicação de dois traçados que pura e simplesmente não podemos aceitar", disse, à Lusa, Daniel Campelo.

    Segundo o autarca, em causa estão dois corredores de medidas preventivas, recentemente publicados em Diário da República.

    "São corredores impossíveis de aceitar, pelo mundo de situações aflitivas que acarretam", reiterou Campelo.

    Explicou que os traçados "passam por cima de freguesias inteiras e de várias áreas urbanas", põem em causa património construído e áreas naturais, têm "enormes" impactos visuais e paisagísticos e provocam ruídos "perfeitamente intoleráveis".

    "Há certamente alternativas com bem menos impactos negativos e a Câmara está disposta para colaborar na definição do desenho dessas alternativas. Os corredores agora publicados são simplesmente danosos para o Concelho e esses nós não podemos - nem iremos - aceitar", acrescentou.

    Em causa está a ligação entre Porto e Vigo por comboio de alta velocidade, cuja conclusão está anunciada para 2013.

    A Comissão Europeia já aprovou um financiamento de 244 milhões de euros para o troço entre Ponte de Lima e Vigo.

    ResponderEliminar
  2. Sim, e agora?!...Ò porta-voz do campelo!

    Pensas que vem aí outro queijo? É?... Desengana-te!

    ResponderEliminar
  3. Relativamente ao post, quero informar que foi por proposta do PSD em reunião de Câmara, que se substituiu não só a cobertura do pavilhão gimnodesportivo assim como a cobertura das piscinas municipais. E a principal razão de ser dessa proposta prendia-se com a perigosidade que essa estrutura apresentava aos utentes dos dois espaços, dado terem na sua composição amianto. A nível nacional, a Assembleia da República recomendou que fosse realizado um inventário aos edifícios públicos que contivessem amianto na sua constituição e que se procedesse à respectiva substituição, dando como prazo Abril de 2004.

    ResponderEliminar
  4. Supostamente andas a beber de mais !!!!!!! era suposto comentar aqui a cobertura e as obras do pavilhao municipal.Mas deves andar distraído como sempre!!!!!!
    Pq nao prometes que se o PSD ganhar em Coura toda a linha de alta velocidade passa por túnel dentro do concelho.

    ResponderEliminar
  5. O Campelo disse a mesma coisa quando da Auto >Estrada,e daí......nada

    ResponderEliminar
  6. Brasileira da docelândia11 fevereiro, 2009 16:01

    João Cunha essa foi para destacar a inutilidade do PSD de Coura face a assuntos (e digo assuntos porque é mesmo toda e qualquer coisa que se aproveite)? Se sim poupe-se ao trabalho, já toda a gente percebeu isso. Acho impressionante como todas as ideias são ideias do seu partido! Cá para mim isto são tudo ideias do Arlindo e os senhores do PS e do PSD aproveitam é a oportunidade!

    Se o Daniel Campelo acha que é negativo faz muito bem eu opôr-se. Agora vejam lá não venham para aqui os senhores parolos do costume dizer que para Coura também é muito mau.

    ResponderEliminar
  7. Ò JC vê-se mesmo que ainda és um anjinho nestas coisas! Ainda não percebeste qual é a conversa do teu ídolo Campelo!...
    Essa só de principiantes!... Mas enfim!

    ResponderEliminar
  8. Mais uma bacorada do Joao Cunha!!!!!!!!
    Entao se foi a Assembleia da Républica a aconselhr e a mandar substituir,o q é q o PSD tem a ver com o caso!!!!!!!!!!!
    E,Sr. Bastos quando em cima comento a intervencao do Joao Cunha,ainda esse Sr. nao tinha comentado nada ao post que era suposto comentar .....estranho depois aparecer o comentário dele ,antes do meu??????????????

    Lobito ou Tintol

    ResponderEliminar
  9. sou um utilizador regular do pavilhão, confirmo que continua a pingar dentro deste, mas não só;
    1- tem passado despercebido a perigosidade de alguns equipamentos, como bancos e tabelas.
    2- não é possivel tomar banho de agua quente a 2 equipas seguidas.
    3- Os chuveiros, estão constantemente tirados, provocando gastos exorbitantes de água na utilização.
    4- o pagamento da utilização faz-se por participante, em vez de ser por tempo utilizado.
    5- é impossivel alguém ficar sentado naquelas bancadas em periodos de inverno.
    ect, ect, ect.
    É indiscutivel, que Coura precisa com urgência de um parque desportivo, que inclua um Polidesportivo com alguma qualidade, e que satisfaça as diversas modalidades, com condições dignas. que proporcione e incentive a prática desportiva, a todos aqueles que o quiserem fazer. Esta seria uma proposta, com o compromisso de execução no próximo mandato, que eu gostaria de ver defendida pelos próximos candidatos.

    ResponderEliminar
  10. Brasileira da docelândia11 fevereiro, 2009 23:28

    Eu acho hilariante que os senhores do PSD acordem para a vida a 7 meses das eleições. É que durante o resto dos 4 anos foi sempre a dormir. Mas não se iludam, não pensem que agora que dão ideias o fazem de forma brilhante. Limitam-se a mandar postas de pescada. João Cunha, vou rezar por si. O Sr Venâncio no fundo no fundo tem boa intenção, mas falta-lhe capacidade (vá lá não se ofenda que eu até simpatizo).

    Quanto ao João Cunha ser seguidor do Campelo, tomara ele. O Campelo pode ter muitos interesses por detrás da sua acção, pode querer subir, pode querer passar a perna, o certo é que sabe como o fazer e para o fazer debate-se pelas causas da sua terra. De resto não conheço, não comento, não julgo. João Cunha reduza-se à sua insignificância faxabor!

    ResponderEliminar
  11. pela primeira vez Brasileira da docelandia te dou razao !!!!!!!!
    Até que enfim que acertas uma .Parabens.
    Esse venancio parece querer tirar o lugar ao décio?

    ResponderEliminar
  12. "A oposição está expressa numa moção hoje aprovada, por unanimidade, em reunião de Câmara"

    Em Ponte de Lima o poder e a oposição uniram-se contra o traçado do TGV, e em Coura?

    "foi por proposta do PSD em reunião de Câmara, que se substituiu não só a cobertura do pavilhão gimnodesportivo assim como a cobertura das piscinas municipais."

    A oposição também é assim, positiva e construtiva em por dos cidadãos. já agora em 2004 o Parlamento tinha uma maioria do PSD e CDS...

    ResponderEliminar
  13. Alguem entendeu o comentário do NUNO!!!!!!!Eu nao.....

    ResponderEliminar
  14. Brasileira da docelândia12 fevereiro, 2009 20:56

    Anónimo da 01:36 estou emocionada. O facto de achar que eu acerto uma é sem dúvida relevante para a minha existência.

    Nuno, está a sugerir que Coura se oponha ao traçado do TGV? Conhece-o ou conhece as suas consequências em coura? Bem me parecia.

    ResponderEliminar
  15. Simples, meu caro!... Uma salada limiana!

    ResponderEliminar
  16. Um apeadeiro do TGV para Penim,JÁ!

    ResponderEliminar
  17. "Conhece-o ou conhece as suas consequências em coura?"

    A pergunta deveria ser se conheço os benefícios, a resposta seria nenhum pois as consequências são bem evidentes para qualquer um.

    "Alguem entendeu o comentário do NUNO!!!!!!!(?) Eu nao....."

    Leia os comentários anteriores. Se mesmo assim não perceber, lamento!

    ResponderEliminar
  18. Brasileira da docelândia13 fevereiro, 2009 20:50

    Quando digo consequências refiro-me a positivas e a negativas. O que é que quer, que o Pereira Júnior vá berrar para a frente do ministério, à la Daniel Campelo?

    ResponderEliminar
  19. Claro que não, isso de berrar depois do leite derramado é lá para o Campelo...

    ResponderEliminar
  20. Brasileira da docelândia14 fevereiro, 2009 19:43

    Oh Nuno, então o que é que você quer afinal, elucide-me lá.

    ResponderEliminar

Agora que leu, pode deixar aqui o seu comentário. Já agora, com moderação e boa educação! O Mais pelo Minho reserva-se o direito de não publicar comentários insultuosos. Quaisquer comentários inadequados deverão ser reportados para o email do blogue. Muito obrigado!