28 fevereiro 2009

Morna, morninha...

Sem agitação, sem polémicas de maior, assim foi a Assembleia Municipal da semana passada. Realizada na Junta de Freguesia de Ferreira, esta foi a quinta sessão que teve lugar fora dos Paços do Concelho, numa iniciativa que procurou levar os governantes ao encontro dos governados. Infelizmente, o resultado não tem sido dos melhores, e na sessão da passada sexta-feira o público resumia-se a, apenas, cinco pessoas.
Uma assistência reduzida que teve a oportunidade de testemunhar o regresso de Maria José Fontelo ao “circo” das lides políticas, depois de ter estado afastada do “palco” durante uns meses. Nem isso, contudo, trouxe alguma agitação ao encontro. Aliás, de início, a deputada social-democrata ainda criou alguma confusão, ao lembrar, em parceria com Venâncio Fernandes, que a acta da reunião de Dezembro estava incompleta. Tudo porque não era feita qualquer referência ao episódio que “embaraçou” a socialista Rosalina Martins.
Na altura, recorde-se, foi decidido juntar à ordem de trabalhos um ponto novo, a eleição dos dois representantes da AM na comissão municipal de protecção civil, e o PSD sugeriu dois nomes socialistas, o que levou à indignação da deputada do PS, que acusou os social-democratas de não fazerem o seu trabalho de casa, ao contrário da bancada socialista. Uma frase que gerou na oposição a suspeita de que a mesa da AM já teria informado o Partido Socialista sobre aquele ponto extra da ordem de trabalhos e que levou, inclusivamente, a que aquela eleição fosse retirada da ordem de trabalhos.
Agora, a suspeita voltou a ser referida nesta sessão, com o PSD a exigir que esse episódio fosse incluído na acta. E voltou, também, à ordem de trabalhos a eleição dos representantes da AM na referida comissão municipal de protecção civil. O PSD pediu a interrupção dos trabalhos para tentar encontrar uma solução de consenso com o PS mas, regressados do intervalo, apenas os socialistas traziam uma proposta: Ivan Morais e Joaquim Felgueiras Lopes, aprovados com os votos da maioria. O PSD, explicou depois Maria José Fontelo, votou em branco e criticou fortemente os socialistas, que acusou de nem sequer quererem discutir outros nomes dentro do seu partido, nomeadamente Maximiano Costa e Eugénio Pereira, as propostas dos social-democratas. “Fizeram uma triste figura”, atirou a líder do PSD. A resposta veio de Rosalina Martins, suave, e de Joaquim Felgueiras Lopes, mais certeiro, a explicar que os dois nomes que o PSD defendia tinham sido convidados dentro do grupo socialista… e tinham recusado. Para a história fica mais uma comissão onde os social-democratas não têm assento.

11 comentários:

  1. E nao é muito estranho que o PSD proponha para essa comissao dois nomes das listas do PS.
    Que quereriam eles com tal proposta?Talvez realmente nao tenham nimguem no PSD capaz de desempenhar o cargo???Triste figura fazem ao ser oposicao!!!!!!
    LOBITO

    ResponderEliminar
  2. Realmente é estranho, não? Até se poderia explicar se começasses a dar a cara, mas mesmo assim, acho que até consegues chegar lá, pesa no teu comentário o ressabiamento desesperado de quem começa a temer as eleições em Outubro. Podes crer que o PSD vai ganhar as eleições, por isso vai-te habituando à ideia e comecem a despir a pele de cordeiro.

    ResponderEliminar
  3. Brasileira da docelândia28 fevereiro, 2009 18:07

    Então a carranca não andou à porrada com ninguém? Oh pah, realmente está-se a perder toda a piada da assembleia. Arlindo e Carrancas ao poder para animar as coisas!

    ResponderEliminar
  4. Ó anónimozinho das 11.41 pq nao dás tb a cara ????????
    pra te dizer a verdade nao sou de qualquer partido ,se reparares nos meus comentários critico a todos!!!!Costumo votar em homens e nao em partidos.
    Entendes-te????
    E se o PSD arranjar melhor que O Tone Júnior nao tenhas dúvidas q voto nesse homem,numca no PSD.
    mas dúvido que o PSD consiga arranjar melhor que o Tone Júnior!!!!Por isso lá vou ter que votar novamente no Pereira,ainda nao vi melhor.........
    Abraco do
    LOBO
    PS.que ganhe o melhor no interesse do concelho.

    ResponderEliminar
  5. """Podes crer que o PSD vai ganhar as eleições, por isso vai-te habituando à ideia e comecem a despir a pele de cordeiro.""""

    Deixa-me rir um bocadinho,entao ainda sonhas???????????????

    LOBO

    ResponderEliminar
  6. O titulo reflete mesmo o que se passou, a crise e o frio que se sentia na sala teram contribuido. Eu próprio me interroguei sobre a calmia e os consensos verificados.
    A ordem de trabalhos também não ajudou muito. Pareceu-me nestas duas ultimas sessões, sentir no ar, um desentendimento no grupo do PS, que não tinha transparecido até agora, será um problema de jogo de cadeiras, e de afastamento de protagonismo de alguns eleitos?.
    O PSD primou mais uma vez, pela não presença na Mesa de um dos seus Vereadores.

    ResponderEliminar
  7. Brasileira da docelândia03 março, 2009 12:35

    Deus nos acuda a todos!! Oh lobito deixa o anónimo sonhador continuar a sonhar. Mesmo assim vou voltar a relembrar que o PSD não têm NINGUÉM que neste momento esteja activamente no partido capaz para ganhar e dirigir a câmara.

    Sr. Venâncio, começo a ter a certeza que o senhor calado diz maravilhas. Desentendimento no grupo de PS? Oh meu amigo, eu tenho a certeza que isso perto dos desentendimentos do grupo do PSD devem ser festinhas e beijinhos. Gostei da lata. O PSD primou pela presença dos seus vereadores?! É que era o que mais faltava que os senhores não pusessem lá os pés, quanto mais vir para aqui louvar que eles tenham dado o ar da sua graça. Isto é com cada uma.

    ResponderEliminar
  8. O que não falta aqui são palermas. Se os pontos das ordem de trabalhos não eram polémicos, como queriam que a sessão fosse animada? Pelo menos pareceu-me pela ordem de trabalhos que li no Noticias de Coura.

    ResponderEliminar
  9. Cara Brasileira, não me parece que seja daqueles(as) que é necessário fazer o "boneco" para entender melhor, exprime nos seus comentários outra inteligência e outros conhecimentos, creio é, que não lê com atenção. eu escrevi:
    "primou mais uma vez pela não presença".
    E em outro tema sobre Moções, também não está atento(a), é evidente que eu o fiz com tom erónico, porque achei curioso os Sr presidentes em questão, terem aceite a entrevista no "nós por cá", quando um deles foi impedido pela sua Bancada(PS) de falar na AM. (será que depois da entrevista se vai recandidatar?), ou será que é o outro presidente já não candidato que assume os custos?.

    Quanto a desentendimentos no PS, volto a repetir que está desatento: quantas vezes na AM foi dito que os deputados tinham conhecimento e foram convidados, e depois foi afirmado por eles que não sabiam de nada? consegue responder? e então os artigos de opinião no Noticias de Coura, elaborados pelo lider da Bancada e pelo presidente da AM? nas entrelinhas também se lê.

    ResponderEliminar
  10. Brasileira da docelândia04 março, 2009 22:34

    Peço desde já desculpas pela minha falta de atenção ao Sr. Venâncio. Tem toda a razão. Ainda bem que dá razão à total incompetência e falta de nexo do seu partido. Só lhe fica é bem.

    Quanto à bancada do PS, acho que já toda a gente percebeu como aquilo funciona. Poucos são os presidentes da junta ou deputados que tem opinião própria. O triste é ver que se acomodam com a situação e que vão lá apenas e só para ganhar o deles.

    ResponderEliminar
  11. Brasileira da docelândia04 março, 2009 22:35

    Oh senhor Venâncio, tem a certeza que estava a ser Erónico?

    ResponderEliminar

Agora que leu, pode deixar aqui o seu comentário. Já agora, com moderação e boa educação! O Mais pelo Minho reserva-se o direito de não publicar comentários insultuosos. Quaisquer comentários inadequados deverão ser reportados para o email do blogue. Muito obrigado!